Acesso rápido
 

Mais notícias

PIB gaúcho cresce 0% (e isso é uma boa notícia!)

Fonte: FEE-RS
Elaboração: Assessoria Econômica/Fecomércio-RS

No primeiro trimestre de 2017, conforme divulgado pela FEE-RS, o Produto Interno Bruto (PIB) do Rio Grande do Sul registrou variação nula (0,0%) relativamente ao primeiro trimestre de 2016, depois de 11 quedas consecutivas nessa base de comparação. Com esse resultado, a economia gaúcha registra retração de 2,0% em quatro trimestres.

Sob a ótica da produção, o resultado do trimestre frente ao mesmo trimestre de 2016 refletiu os resultados opostos dos setores da economia. A indústria apresentou diminuição de 1,0%, com destaque para o recuo na indústria extrativa mineral (-7,6%). A indústria de transformação apurou variação de 0,7% no período. O setor de serviços, por sua vez, registrou variação de -0,1%, com destaque para a contração de 1,0% apurada no comércio. Ainda para os Serviços, a atividade de transporte, armazenagem e correio apresentou elevação de 3,4%. Por fim, a agropecuária teve crescimento de 3,5%, reflexo do aumento na produção da safra agrícola.

O resultado do primeiro trimestre não surpreendeu. Na comparação com o Brasil, os números menores da agropecuária refletem a base de comparação mais ampla do estado que não sofreu com perdas relevantes como as verificadas pela safra no restante do Brasil no ano passado. A indústria gaúcha teve um desempenho semelhante à nacional. Em termos de atividade, destaque para o segmento metalmecânico que tem sido favorecido pelas compras externas e para a fabricação de bebidas, impulsionada pela ótima safra de uva. O resultado poderia ter sido menor caso não se registrasse uma parada não programada na produção de celulose. O setor de serviços apresentou queda inferior à registrada no Brasil, que pode ser explicada pelo comportamento do mercado de trabalho e da massa de salários no Estado.

logo_gray.png